MóDULO 1 

Drag King Queer Cidão Furacão
Drag King Queer Cidão Furacão

press to zoom
Vanessa Marcelino
Vanessa Marcelino

press to zoom
Drag King Queer Cidão Furacão
Drag King Queer Cidão Furacão

press to zoom
1/2
Brasil
Pri Berttucci
Pri Berttucci

press to zoom
Drag King Queer Pri Berttucci
Drag King Queer Pri Berttucci

press to zoom
Pri Berttucci
Pri Berttucci

press to zoom
1/2
Brasil & EUA
Alline Eubank
Alline Eubank

press to zoom
Drag King Queer Cleber Pantanal
Drag King Queer Cleber Pantanal

press to zoom
Alline Eubank
Alline Eubank

press to zoom
1/2

Faça sua pré-inscrição

INICIAÇÃO DE CURA E LIBERTAÇÃO 

Apresento-lhes a iniciação de cura e libertação com Cidão Furacão e convidades, propondo através da "Arte Drag King Queer" novas possibilidades de ser e existir, purificando a alma e as ideias a partir da experiência da criação. No entanto, é preciso desconstruir padrões de conhecimentos e crenças limitadoras sobre diversos aspectos da vida humana, para curar e libertar. Trago-lhes a reflexão, para que sejam co-criadores do seu mundo e construam a sua história. Como já dizia meu parça Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo."

 

Para tanto, com  base na curadoria de seleção de profissionais nacionais e internacionais. Artistas, Pesquisadores e Especialistas "TRANS", "NÃO BINÁRIES" e “QUEERS”, traremos diferentes abordagens culturais, históricos e estéticos. Ativistas pelas causas humanas e seus direitos de pertencimento, o intuito  é fomentar a discussão crítica e a criatividade pratica, sobre as temáticas abaixo:

 

Van Marcelino (pronomes: Ile/dile, ela/dela). Trans não binário e queer. Cidão Furacão é o DRAG KING QUEER, que surgi pela busca pessoal de Van ao questionar as masculinidades tóxicas e as relações de poderes que nos acercam e nos habitam de varias formas dentro do cis-heteropatriarcado (homem branco, cisgênero). Nascido pelo desejo de cura e libertação, encontra nas expressões da arte Drag King Queer novas possibilidades de ser e existir e expõe como nunca antes essa tal masculinidade frágil. Adora mexer a pelves até ralar a capota e costuma bater bolo em tempo integral. E foi observando o movimento drag king que acabou idealizando o festival "MOSTRA INTERNACIONAL DRAG KING QUEER", com a proposta  de ter um espaço seguro para reflexões e questionamentos. O Projeto conta com a parceria do [SSEX BBOX]. É nóis Kings!

CULTURA QUEER

"Queer é a possibilidade de uma existência consciente"

 

Vamos explorar sobre a cultura e os entendimentos sobre o termo QUEER ou KUIR, que tem uma variedade de significados, já foi usado como pejorativo e hoje em dia pode ser utilizado como um adjetivo, um verbo (queering), um substantivo, uma identidade, uma orientação afetivo-sexual e uma identidade de gênero, como na identificação genderqueer: gênero queer.

Pri Bertucci (pronomes: Ile/dile, ele/dele) artista social, educador e pesquisador da área de diversidade a pelo menos 2 décadas, identifica-se como pessoa não-branca, transgênero /nao-binario /gender queer. É CEO da [DIVERSITY BBOX] consultoria especializada em diversidade e equidade; é o fundador do [SSEX BBOX], projeto pioneiro no tema de justiça social que atua em San Francisco, São Paulo, Berlim e Barcelona desde 2011. Cocriador do um pronome de gênero neutro na língua portuguesa ILE/DILE e um maiores  precursores da sigla LGBTQIA+ no Brasil desde 2013. Idealizador e produtor executivo da Marcha do Orgulho Trans de São Paulo, primeira Trans Pride do Brasil. Usa suas habilidades criativas de arte multimídia, abordagem somática e Comunicação Não-Violenta (CNV) para trabalhar com pessoas e organizações em suas comunidades, trazer novas maneiras de pensar e ser, e de propor desafios sociais ao mundo.

 

ACESSÓRIOS E VESTUÁRIO & EXPRESSÃO DE GÊNERO

Traremos alguns conceitos base sobre os  aspectos socioculturais, políticos e econômicos que refletem no comportamento e tendências da história da moda e na expressão de gênero. A DESCONSTRUÇÃO é a palavra chave desse curso para promovermos a discussão e reflexão sobre essas camadas da pluralidade e singularidade, que existem na interseccionalidade, dentro e fora do eixo patriarcal.

 

Alline D. Eubank (pronome ela/dela) Mulher trans empresária e CEO do  TransEmAção.

Formada em maquiagem profissional pelo Instituto Paula Souza (2004). Participou do  "Programa Transcidadania"  (criada em 2015, voltada para a elevação educacional ,cidadania e direitos humanos para homens e mulheres Trans e Travestis.). Atualmente trabalho na área de produção de eventos, com uma equipe totalmente experiente e profissional, formada exclusivamente por pessoas Trans e Travestis.

 

Brasil
Nad
Nad

press to zoom
Drag King Queer Hugo
Drag King Queer Hugo

press to zoom
Nad
Nad

press to zoom
1/2
México
Claire Rumore
Claire Rumore

press to zoom
Claire Rumore
Claire Rumore

press to zoom
Claire Rumore
Claire Rumore

press to zoom
1/2
EUA
Maximiliano
Maximiliano

press to zoom
Drag King Queer Ethan
Drag King Queer Ethan

press to zoom
Maximiliano
Maximiliano

press to zoom
1/2

HISTÓRIA & CULTURA DRAG

Faremos um passeio pelos antecedentes históricos do drag, tanto em seu início dentro do circo dos freaks, a interpretação de personagens femininos na época de Shakespeare até sua dimensão política e sua conformação como uma expressão cultural dentro de um contexto mainstream e como práticas dissidentes. A história e o desenvolvimento de drag Queen, King e Cuir nos mostram a diversidade de expressões, tanto no Ocidente quanto no contexto latino-americano.

 

 

Nad MA (pronome ele/dele) Trans não binário, é originário do CDMX, estudou Geografia Humana na UAM-I e é massoterapeuta na Universidade de Chapingo. Suas linhas são arte / corpo-espaço / gênero. Ele pertence a vários coletivos de artes gráficas em onde colabora com artivistas. Ele ministra workshops sobre consciência corporal, mapeamento coletivo, cuidados com a arte e Drag King. Com a firme convicção de que a realidade pode ser transformada pela arte, participa de diversos projetos onde convergem performance, instalação e produção audiovisual. Da mesma forma, junto com BATAFEMS, A Red King Latinoamericana ministra individualmente conferências, cursos e workshops sobre diversidade sexual e práticas dissidentes.

 

SEXUALIDADE EXPANDIDA

Somos mais do que nossa sexualidade, nosso gênero, nosso condicionamento e nossos corpos.Somos todes uma mistura fluida de energia, criatividade, intenção e experimentação. Neste workshop, veremos nossas identidades sexuais e de gênero através das lentes da cultura, as lentes do subconsciente e as lentes da escolha.  E aprendendo sobre todas essas influências visíveis e invisíveis, vamos determinar o que "sexualidade expandida" significa para nós individualmente.

 

Claire Rumore (pronomes ela/dela) Mulher cis e queer, é uma treinadora de relacionamento e educadora sexual baseada em San Francisco, Califórnia. Seu foco está nas interseções de sexualidade, gênero e identidade usando o Tantra e a espiritualidade como ferramentas. Ela é codiretora da Shakti Shiva Academy, uma escola online global de sexualidade consciente. www.ShaktiShiva.Academy 

 

MAQUIAGEM

A maquiagem como arte de modificação e identidade, de caracterização e fruição, é um dos passos essenciais para encontrar um rosto único e pessoal para a nossa personagem drag, explorando o nosso próprio rosto, os seus volumes e o que se entende por “masculino ”, De uma perspectiva crítica de gênero. Através deste workshop você irá adquirir as técnicas e conhecimentos básicos que o ajudarão a desenvolver seu personagem King de forma total, desde a base, até pensar nos pêlos faciais e outros detalhes.


Maximiliano Naturali, ou melhor, Ethan Sword (pronome ele/dele) Homem trans, designer gráfico especializado em direção de arte e hiperking. Amante de cosplay, caracterizações e drag em geral, sua proposta de drag se inspira no mundo do design, moda, arte e contingência social e cultural. Sua formação em maquiagem passou por diferentes professores ao longo de seu desenvolvimento, além de sua própria exploração.

 

Chile