Botton_drag_king_queer.png

BANDEIRA DRAG KING QUEER

(DRAG KING QUEER FLAG)

A bandeira Drag King Queer, criada em 2021, questiona o padrão binário de comportamento social. Como toda arte, o drag é pautado em trazer à tona os símbolos exacerbados das expressões de gênero, ditas masculina, feminina e andrógina.
A bandeira e o termo foi cunhado pelo drag king queer  Cidão Furacão (persona de Van Marcelino, pessoa não binária e queer) e sugere a importância de se queerizar (ou seja, olhar de uma perspectiva diferente da habitual) as definições da arte drag king, que vem se desenvolvendo e ressignificando seus símbolos.

BANDEIRA GÊNERO QUEER

(GENDERQUEER FLAG)

A bandeira genderqueer (ou gênero queer, em português) foi criada em 2011 por Marilyn Roxie. (Marilyn foi a primeira estagiária do [SSEX BBOX] de São Francisco em 2010). Segundo o Centro de Pesquisa em Equidade de Gênero da Universidade da Califórnia, refere-se à “pessoa cuja identidade de gênero não é nem homem nem mulher, mas está entre, além ou é uma combinação de gêneros”.

CORES E SIGNIFICADOS
- Lavanda: representa a androginia;
- Branco: representa as identidades de agêneras;
- Verde: representa as identidades de não binárias.

BANDEIRA QUEER
BANDEIRA DRAG

BANDEIRA DO ORGULHO DRAG 

(DRAG PRIDE FLAG)

A bandeira drag alternativa, criada em 2016 pelo designer Veranda L´Ni, foi resultado de uma competição mundial organizada pela Austin International Drag Foundation para simbolizar o orgulho drag. A coroa representa a liderança na comunidade e as estrelas representam as muitas formas de arrasto/drag.

CORES E SIGNIFICADOS
- Roxo: representa a paixão pelo arrasto/drag que todos nós compartilhamos.
- Branco: representa a folha em branco que é o nosso corpo e rosto que todos mudam para criar os personagens que nos tornamos.
- Azul: representa a autoexpressão e lealdade.

BANDEIRA DO ORGULHO TRANSFORMISTA

(TRANSFORMIST PRIDE FLAG)

A bandeira transformista, cujo artista não foi encontrado, representa a comunidade transformista como uma forma de auto-identificação e apresentação, mas também uma expressão de gênero. Usado como uma forma de traçar uma linha entre o cross-dressing e o drag (monarca, queer, queen, king ou feather). Então, é basicamente uma expressão, também conhecido como transmórfico.

BANDEIRA TRANSFORMISTA
BANDEIRA DO ORGULHO DE PENA

BANDEIRA DO ORGULHO PENA 

(FEATHER PRIDE FLAG)

A bandeira Feather Pride foi criada em 1999 pelo artista Sean Campbell e desde então simbolizou a comunidade drag. A bandeira apresenta uma fênix como símbolo principal e significa o renascimento da comunidade LGBT+. A cor dourada representa o fogo e significa o “fogo da paixão” que o movimento teve no início da epidemia de HIV e AIDS, quando os artistas drag eram os principais angariadores de fundos.